Publicado por: Devaneios da Mariano | 27 de agosto de 2013

porque estou louca de amor…

Tratei de reler os clássicos que me mandaram ler na adolescência, e não aguentei. Mergulhei nas letras românticas que tanto repudiei quando minha mãe quis -me forçar a ler e gostar, e através delas tomei consciência de que a força invencível que impulsionou o mundo não foram os amores felizes e sim os contrariados. Quando meus gostos musicais entraram em crise me descobri atrasado e velho, e abri meu coração às delícias do acaso.
Me pergunto como pude sucumbir nesta vertigem perpétua que eu mesmo provocava e temia. Flutuava entre nuvens erráticas e falava sozinho diante do espelho com a vã ilusão de averiguar quem sou. Era tal meu desvario, que em uma manifestação estudantil com pedras e garrafas tive que buscar forças na fraqueza para não me colocar na frente de todos com um letrei-ro que consagrasse minha verdade: Estou louco de amor.
Memória de minhas Putas tristes – Gabriel G. Márquez
 
 

Louca de amor pelo Gabriel García Márquez

*______________________*

 
About these ads

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

Café Miossi

Sou a Mari, ou Miossi, sou historiadora. Aqui você vai ter problematizações e aleatoriedades superficiais. Sou insegura e argumentativa, não sirvo para me auto afirmar.

Grupo de Estudo PALEOGEOGRÁFICO PALEOGEO

O passado, a evolução e a dinamicidade da Terra

No lindo lago.

E bem que viu o bem-te-vi, a sabiá sabia já. A lua só olhou pro sol. A chuva abençoou. O vento diz: "Ela é feliz!" (...) Ela tomou um banho de água fresca, no lindo lago do amor. Maravilhosamente clara água, no lindo lago do amor... (Gonzaguinha)

Sadeck - Geotecnologias

Geotecnologias, isso em primeiro lugar, serve para planejar.

tiê.

a coruja e o coração

Teatro Universitário Cláudio Barradas

Blog para divulgação de eventos e espetáculos realizados no Teatro Universitário Cláudio Barradas

Já viu esse?

“A Felicidade só é verdadeira quando compartilhada” Christopher McCandless - Na Natureza Selvagem

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: